sábado, 31 de maio de 2014

Solilóquio






Velhas vozes reconheço
Mas nas novas eu me perco...
... e gosto!

Me recolho e não percebo
Que em todo esse enredo
Eu procuro um novo texto...
... e logo!

E quando eu digo “faço”,
Meu caminho vou e traço.
Certos ventos me estilhaçam,
Mas nos versos me refaço...
... é fato!

 Ilka Souza

sábado, 11 de janeiro de 2014

Desvio

[SOL_POENTE.jpg]
Sol poente - Tarsila do Amaral




A amplitude abstrata dos pensamentos vazios
Preenche mentes
Desfaz caminhos.

Ecos...

Que propagam o “não saber”,
O “não fazer”,
O “não saber o que querer”.

O tal “nada” é tão cheio de “tudo” que periga implodir;
Ai do corpo que não sabe lidar:

- Insanidade! - Poderão diagnosticar.

A impotência de entender pensamentos alheios
Faz-me perceber que cada um tem o seu caminho
Os encontros é que são consequências de um eventual desvio.

Ilka Souza
Loading...